terça-feira, junho 18, 2019
Home > Artigos > Fisco está de olho até nas redes sociais

Fisco está de olho até nas redes sociais

Receita monitora perfis na internet para evitar sonegação

Postagens nas redes sociais mostrando o dia a dia das pessoas podem render bem mais do que apenas curtidas, comentários e compartilhamentos. A exibição pode ganhar também a atenção da Receita Federal. Uma vez que o Fisco está de olho em páginas como Facebook, Instagram, Youtube, além de outras redes sociais, para analisar se os contribuintes estão escondendo informações ao órgão. Agora a fiscalização aumentou.

A internet, nos últimos anos, tornou-se uma aliada indispensável dos auditores da Receita, que em alguns casos vasculham nas redes sociais informações que confirmem ou não o que o brasileiro declara no Imposto de Renda (IR).

Monitoramento

A tecnologia ajudou e muito o aumento da fiscalização por meio da internet. A Receita tem monitorado perfis nas redes sociais, como Facebook, Instagram e Youtube, para levantar informações e verificar se as declarações realizadas pelos contribuintes condizem com o que é publicado na internet.

Prazo

Os contribuintes têm até 29 de abril para entregarem a declaração do IR. Estão obrigadas a apresentar o documento quem recebeu rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.123,91 no ano 2015. Rendimentos isentos, não tributáveis ou tributáveis de mais de R$ 40 mil e bens de R$ 300 mil ou receita de mais de R$ 140.619,55.

Novas regras

A partir deste ano, é obrigatório declarar o CPF de dependentes a partir de 14 anos. Além disso, advogados, médicos e dentistas têm de declarar o CPF de clientes. Fique atento as novas regras.

imposto-de-renda

conheça os sistemas de gestão contábil e empresarial da SuperSoft Sistemas