sábado, julho 20, 2019
Home > Artigos > IR 2016 – dicas para não cair na malha fina

IR 2016 – dicas para não cair na malha fina

É muito importante que o contribuinte fique atento na hora de declarar o imposto de renda. Com a rigidez da fiscalização por parte do Fisco, agora é necessária atenção na hora de transmitir as informações à Receita Federal.

O contribuinte deve ter em mente que é preciso conferir cada informação colocada e não omitir receitas nem declarar despesas inexistente.

A Receita Federal recebe informações de diversas fontes, como administradoras de cartões, bancos imobiliários e cruza esses dados. Quando há divergência o processamento da declaração é interrompido para análise.

A falta de informação é outro motivo para o Fisco interromper o processamento. Assim, a malha fina nada mais é do que o envio da declaração para a fiscalização.

Precisão nos valores

A precisão dos dados informados é essencial, principalmente números do informe de rendimentos que trazem as mesmas informações transmitidas pelas empresas. Fique atento até nos centavos!

Confirme informações

Só pode ser declarado no imposto de renda despesas que possam ser comprovadas.

Rendimentos com ações

Quem vende ações deve ter bastante cuidado na hora de declarar, pois as corretoras são obrigadas a reter o IR e informar à Receita.

Nesse ano o prazo vai de 1º de março até as 23h59m59s de 29 de abril.

imposto de renda

conheça os sistemas de gestão contábil e empresarial da SuperSoft Sistemas